Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Dez ginásios brasileiros que poderiam sediar o Mundial Feminino de Handebol

Publicado
  • quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011
  • por
  • Kiko Andrade
  • A notícia de que o estado de Santa Catarina busca parceria com o estado do Paraná para sediar o Campeonato Mundial de Handebol caiu como uma bomba para muitos. Sinceramente, eu esperava por grandes dificuldades, mas nunca imaginaria que fosse chegar nessa situação. Pior ainda é ver o caso de Joinville, que preferiu sediar as Olimpíadas Escolares a um grupo do mundial.

    Isso mostra que desde o principio, o projeto e o planejamento estavam errados. O mais interessante é que desde o princípio, justificou-se a escolha de Santa Catarina com o argumento de que haveria toda a estrutura necessária para a realização do evento.

    Pra mim, sempre foi um erro!

    Já que o objetivo era ajudar a desenvolver o handebol no Brasil, as sedes deveriam se espalhar pelo país. São oito sedes? Então vamos lá:

    Rio de Janeiro: HSBC Arena ou Maracanãzinho
    São Paulo: Ginásio do Ibirapuera ou Arena Barueri
    Recife: Ginásio do Geraldão
    Fortaleza: Ginásio Paulo Sarasate
    Brasília: Gináso Nilson Nelson
    Porto Alegre: Ginásio Gigantinho
    Curitiba: Ginásio do Tarumã
    Manaus: Ginásio Poliesportivo de Manaus

    Maracanãzinho e Arena Olímpica do Rio

    Gináso Nilson Nelson em Brasília e Ginásio do Tarumã em Curitiba

    Ginásio Paulo Sarasate em Fortaleza e Ginásio Poliesportivo de Manaus

    Estão vendo como não é complicado? Oito sedes com ótimos ginásios que precisariam de poucas obras e ainda espalhadas por todo o Brasil. Aquela menina que joga em Manaus e tem os seus ídolos no handebol feminino poderia ver os jogos e se inspirar para continuar treinando. Quantas meninas do nordeste brasileiro não poderiam conferir os jogos de pertinho?

    Agora me respondam, como que o handebol feminino brasileiro vai se desenvolver com uma única sede em um estado no Sul do Brasil? Meu Deus, nada contra o Sul, nada contra Santa Catarina, mas desde o princípio, eu já sabia que não iria dar certo.

    Mas concentrar tudo em um só estado, ainda mais sendo pequeno como Santa Catarina, é mais fácil, cômodo e não dá muito trabalho. Espalhar as sedes pelo Brasil iria dar um trabalho danado, coisa que o Homem dos SETE, no alto dos seus quase 20 anos no poder já não quer mais ter...

    Ta aí, homem dos SETE, oito sugestões de ginásios para você trabalhar nesses nove meses até o Campeonato Mundial. São oito cidades com bons ginásios, boa estrutura hoteleira e que não iria fazer feio a nenhum país no mundo!

    Homem dos SETE, você me deve duas: A escolha das sedes e o halftime show! Não precisa me pagar, nem agradecer, apenas comece a trabalhar pelo handebol brasileiro. Trabalhe em nove meses o que você não fez em SETE mandatos. Lembre-se o relógio está contra você...

    3 Comentários:

    Kiko Andrade

    Eh, isso é verdade, Vinícius! Mas que coisa, né, constroem um ginásio daquele tamanho com uma quadra que não é oficial. Teria que fazer uma boa reforma nele e ele ficaria ideal!

    Anônimo

    discordo totalmente de você. uma competição como um mundial feminino de handebol só iria ganhar importância para a população se for concentrado em sedes proximas. espalhar sedes pelo brasil só iria causar um desinteresse na população pela falta de continuidade da competição no local e uma dificuldade de locomoção das atletas devido as grandes distâncias

    Deixe a sua opinião e contribua para o alto nível do debate!

     
    Copyright (c) 2010 Blogger templates modificado por Kiko Andrade
    1000% é melhor visualizado utilizando : Mozzila Firefox