Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Finalmente começa a preparação do handebol brasileiro

Publicado
  • quinta-feira, 16 de junho de 2011
  • por
  • Kiko Andrade
  • Etapas de treinamento, jogos amistosos e muitas competições. Esse é o quadro do handebol do Brasil para o segundo semestre de 2011. De direito, essa preparação já acontece há algum tempo, mas de fato é nessa semana que começa pra valer. A seleção masculina enfrentará a seleção da Dinamarca em três amistosos e a seleção feminina jogará contra a Suécia na próxima semana. As equipes que virão devem estar completas, a menos em algum caso de lesão. Ponto grande, grandíssimo para a CBHb.

    A seleção feminina conta com quinze atletas que jogam na Europa e sete que jogam no Brasil. É uma equipe forte, experiente, vencedora, mas que desde 2008 não se reúne completa para uma etapa de treinamento. O objetivo principal, claro, é o mundial que será realizado em São Paulo em Dezembro. O Pan-Americano da modalidade e os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara serão meras etapas de treinamento de luxo já que a equipe é franca favorita ao título nessas duas competições. Com todo respeito à seleção de Cuba e Argentina, mas no feminino, só uma tragédia tiraria esses dois títulos das mãos das meninas.

    Lance do jogo Brasil x Suécia no último campeonato mundial realizado na China em 2009

    Os amistosos contra a seleção sueca serão muito importantes, pois a Suécia é a atual vice-campeã européia e venceu o Brasil nos Jogos Olímpicos em 2008. Acostumadas com o estilo de jogo dos europeus, as meninas do Brasil não podem mais reclamar de falta de experiência ou jogos internacionais: a maioria delas joga em grandes times e disputam as melhores competições do handebol mundial pelos seus clubes.

    Seleção Masculina tem primeiro teste de fogo contra a Dinamarca

    Após três vitórias fáceis contra a inexpressiva seleção da Grã-Bretanha, a seleção masculina tem agora o seu primeiro teste real para os Jogos de Guadalajara em Outubro. Os jogos serão realizados na cidade de Santos e, repetindo a Argentina que enfrentou a França na semana passada, o Brasil trás uma das maiores forças do handebol mundial. Após esses três jogos poderemos avaliar como, realmente, se encontra a seleção para o confronto contra a Argentina em Outubro.

    A seleção masculina ainda vai excursionar pela Europa antes de ir para o México defender o título e conseguir a vaga para Londres contra os hermanos. Nossa preparação, de verdade, começa agora e eu torço muito para que o time mostre um handebol forte, tático e que não sinta o peso de jogar contra uma seleção de um nível tão alto quanto a seleção da Dinamarca. Torço também para que o time não sinta a perda de Bruno Souza, cortado por uma grave contusão no joelho que fará com que ele não jogue mais esse ano.

    É claro, preciso parabenizar a CBHb por trazer esses amistosos preparatórios para as nossas seleções. Seria ótimo se isso fosse com uma maior freqüência e que esses jogos não se limitassem apenas aos jogos. A seleção dinamarquesa vai ficar, pelo menos, cinco dias no Brasil. Seria muito interessante se o técnico deles pudesse dar um curso para os nossos técnicos, pudesse transferir um pouco o conhecimento deles para os nossos aqui. Enfim, fica a dica!

    Mikkel Jansen da Dinamarca enfrentará o Brasil em três amistosos

    E se você mora em São Paulo não deixe de comparecer e torcer pela nossa seleção. Serão bons jogos e não é sempre, ou é quase nunca, que uma seleção de altíssimo nível e completa vem jogar no Brasil. Os jogos serão dia 17 às 19:30, 19 às 11:30 e 21 às 20:00 em Santos.

    2 Comentários:

    #handebolbrasil

    Sensacional Kiko!
    Uma pena a CBHb não ter paroveitado o gancho e ter trazido a França para jogar aqui no Brasil. Afinal, nesses casos, é a CBHb que paga todas as passagens, hospedagens e alimentação das equipes. Já que a França foi "ali" na Argentina, seria bem mais barato dar uma esticadinha por aqui.
    Quanto ao Bruno, apenas uma preocupação: já que ele estava cedido exclusivamente para a Seleção (até onde fiquei sabendo, ele não estava com nenhum clube), a CBHb arcará com as despesas e salários do atleta enquanto ele não puder jogar? Temos também que ter preocupação com o ser humano.

    No mais, fico feliz com sua volta. Não deixe de postar!

    Deixe a sua opinião e contribua para o alto nível do debate!

     
    Copyright (c) 2010 Blogger templates modificado por Kiko Andrade
    1000% é melhor visualizado utilizando : Mozzila Firefox